quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Macbeths de Uganda

Murmuro como um escravo
Fora de contato, com a carne, com a dor
estou livre (?), para não me conhecer
sou apenas uma sombra. Uma mancha que não sai.
É o que somos.
Sei que vou morrer
Me colocaram nesse invólucro como um comprimido
Tem monitores, vejo pessoas, coisas, ouço sons, sinto cócegas
Sou um vírus, não consigo correr disso
Me engano, aos 60 escrevia sobre bondade
não sou bom, não penso em realmente melhorar
Essa solidão me consome... Triste.
Sou um vampiro, Macbeth, sugo e jogo fora
E a constatação me dói... sou um zumbi sem quilombo
Um personagem de Aldous Huxley.
Uma admirável bolha na multidão.
Triste vírus que não pára de cagar
se reproduzir e se mudar pra outra célula
outra bolha opa com licença me passa essa mitocôndria
Vocês não gostam de complexo de Golgi? To pasmo
É uma iguaria! hmm nham nham
Eu sou muito mais o RNA
Eu também eu também eu também eu também
eu também eu também eu também eu també.... (eco)
o amanhã o amanhã e o amanhã
E de repente ploft acaba tudo
e simbora pra outra célula, Marte talvez
é!!! Lá eu vou ter mais uns 5 filhos
FODA-SE!!! Ah se estivesse feito quando está feito
Hoje eu vou tomar um porre não me soc...

Hahahaha brincadeira gente! Eu amo vocês!!
UGANDA! HAHAHAHA HACLAC CLAC BUM TRA TRA TRA!

Viva a humanidade!

beijo tchaaaaaaauuuuu

BAM! Splash. clunk...

4 comentários:

A Menina Sem Século disse...

Vocês não gostam de complexo de Golgi? To pasmo

hahahahahahahahahahahahaha
muito bom!

partiu outra célula !
1 2 3 e jáaaaaaaaaaaaa

só tu oldo..só tu..

Analice Alves disse...

caramba! muito bom esse poema/rap/escrito. é tão bom e com tantas misturas que nem sei como classifica-lo. parabéns, rapaz! você escreve super bem e, o mais interessante, tem um estilo próprio e inteligente. Beijão.

TALES FREY disse...

Ressuscitei a citologia e achei o máximo; não gostar de complexo de golgi é preconceito!

f disse...

básvrboraro